5 de jan de 2013

Um pouco de céu - Mafalda Veiga


 

Um pouco de céu!
Deixei, de tentar erguer, os planos de sempre...
...aqueles que são para outro amanhã que há-de ser diferente!
É que hoje parece bastar um pouco de céu!
Só hoje esperei, já sem desespero, que a noite caísse!
Nenhuma palavra, foi hoje diferente, do que já se disse...
E há qualquer coisa a nascer...bem dentro no fundo de mim...
...e há uma força a vencer, qualquer outro fim...
Não quero levar o que dei, talvez, nem sequer o que é meu...
É que hoje parece bastar um pouco de céu!
 Tenham um maravilhoso sábado!
 

Maneira de Amar




"O jardineiro conversava com as flores e elas se habituaram ao diálogo. Passava manhãs contando coisas a uma cravina ou escutando o que lhe confiava um gerânio. O girassol não ia muito com sua cara, ou porque não fosse homem bonito, ou porque os girassóis são orgulhosos de natureza.
Em vão o jardineiro tentava captar-lhe as graças, pois o girassol chegava a voltar-se contra a luz para não ver o rosto que lhe sorria. Era uma situação bastante embaraçosa, que as outras flores não comentavam. Nunca, entretanto, o jardineiro deixou de regar o pé de girassol e de renovar-lhe a terra, na devida ocasião.
O dono do jardim achou que seu empregado perdia muito tempo parado diante dos canteiros, aparentemente não fazendo coisa alguma. E mandou-o embora,depois de assinar a carteira de trabalho.
Depois que o jardineiro saiu, as flores ficaram tristes e censuravam-se porque não tinham induzido o girassol a mudar de atitude. A mais triste de todas era o girassol, que não se conformava com a ausência do homem. "VOCÊ O TRATAVA MAL, AGORA ESTÁ ARREPENDIDO?" "Não! Respondeu, Estou triste porque agora não posso tratá-lo mal. É a minha maneira de amar, ele sabia disso, e gostava."

 
Não deixe o amor passar...preste atenção aos sinais...não deixe que as loucuras do dia-a-dia, o deixem cego, para a melhor coisa da vida, o amor!