15 de fev de 2013

De onde vêm as cócegas?


"As cócegas estão estreitamente ligadas à sensibilidade da pele, ou seja, uma pessoa que não sente cócegas, não tem a pele sensível a este tipo de toque. Essa pessoa consegue controlar as risadas causadas pelas cócegas.
Se fizermos cócegas em nós mesmos, não sentiremos nada, pois o cérebro irá captar a mensagem de que algum estímulo estará vindo em nós mesmos.
Com isso o cérebro irá eliminar as sensações causadas pelas cócegas.
Já se fizermos cócegas em uma pessoa desprevenida, ela irá ter reações positivas, como por exemplo, dar risadas. Se percebemos que alguém irá nos fazer cócegas, somos capazes de eliminar as sensações causadas pelas cócegas, pois colocaremos o nosso autocontrole em prática."


"Sentir cócegas é uma reação de pânico que o homem adquiriu para defender-se, respondendo rapidamente ao perigo. Por isso, gera sempre uma risada nervosa e desconfortável. Quando uma aranha tentava escalar as pernas de um de nossos antepassados, eram as cócegas que o faziam perceber e expulsar o bicho sem precisar entender exatamente o que acontecia. De certa forma, podemos dizer então que as aranhas, escorpiões e insetos em geral são os responsáveis pelos ataques de histeria que alguns de nós sentem hoje ao ser cutucados pelos outros."


"Pessoas são incapazes de fazer cócegas no próprio corpo (propositadamente) porque o cérebro prevê os seus movimentos antes que eles aconteçam, excluindo a sensação de perigo e pânico que provoca as cócegas. Quando alguém nos cutuca, o corpo reage, tornando-se tenso. Já quando tocamos o próprio corpo, ele não demonstra reação. Algumas pessoas nunca o contraem pelo toque de outros e portanto não sentem cócegas. Resultados de pesquisas feitas por um grupo de cientistas da Universidade de Londres indica que o cerebelo é o responsável pelo monitoramento dos movimentos, impedindo a reação."



Românticos Anônimos


Mais uma lição de vida...
É filme...mas acontece na realidade!
...num mundo onde cada vez menos se sabe ou se tem medo de sentir!
Não tenham medo do amor...ele só faz bem!

"Jean-René, dono de uma fabrica de chocolate e Angélique, especialista em chocolate, são dois românticos. E também extremamente tímidos. O amor pelo chocolate aproxima-os, mas eles terão que vencer a timidez e as mais inusitadas situações para viver essa grande paixão."